Mania de Esmalte
O ácido pode deixar a pele irritada e vermelha nos primeiros dias. Foto: iStock, Getty Images

Ácido retinoico: O que é, para que serve, indicações e riscos

Rugas, manchas, marcas de expressão e cicatrizes têm prazo determinado, com o uso de retinoides.

Derivado da vitamina A, o ácido retinoico é uma das substâncias mais pesquisadas pelos médicos para combater o envelhecimento da face e do corpo. De forma pura ou produzido genericamente, ele trata tanto os problemas de causa orgânica e interna da pele quanto os prejuízos da exposição ao sol.

O que é o ácido retinoico

Como já dissemos o ácido retinoico é uma substância derivada da vitamina A, que é um dos componentes mais estudados e indicados para o tratamento do envelhecimento facial, seja ele causado por fatores genéticos ou não. Geralmente o envelhecimento facial é causado por uma alta exposição aos raios solares. Conforme estudos inclusive da Cochrane, foi revelado que o tratamento mais eficaz para a renovação da pele, são aqueles em que são usado o acido retinoico, pois tem uma eficácia incontestável, atuando através de ligação a receptores nucleares específicos nas células da pele, e exercendo assim suas funções terapêuticas.

O ácido pode deixar a pele irritada e vermelha nos primeiros dias. Foto: iStock, Getty Images

ácido retinóico para que serve

Essa substancia é eficiente para a reparação do tecido celular da pele, age de forma eficaz contra rugas, tanto as rugas finas quanto as mais severas, manchas da pele, marcas de expressão, tratamento de acnes, e tratamento de estrias.

Esse componente é sem sombra de dúvidas o preferido dos dermatologistas, pois a eficacia dele é indiscutível, além de ser muito versátil, podendo ser utilizado para potencializar o clareamento da pele e de manchas, estimulação da produção de colágeno, é usada também para melhorar a firmeza da pele, reorganizar as fibras elásticas e ajudar na renovação celular, controlar a oleosidade e tratar a acne e reduzir rugas e linhas, dentre outras coisas.

Ácido retinoico: Como usar

São inúmeros os produtos para pele que utilizam o ácido retinoico em sua composição. Ele pode ser encontrado geralmente em cremes e loções faciais, podendo ser produzido também como pomada e gel, com uma dosagem que depende da indicação do médico dermatologista. De acordo com o problema, ele pode recomendar o uso em diferentes quantidades.

O ácido retinoico é usado principalmente em cremes, e sua dosagem depende da indicação do dermatologista, dependendo da extensão do problema.

Geralmente, o ácido é utilizado durante a noite, depois de lavar o rosto. Ele deve ser usado em pequenas quantidades e espalhado na testa, na região superior da face, no queixo e nas bochechas. É importante também usar um hidratante 20 minutos depois da aplicação, para evitar ressecamento.

Cuidados

Algumas pessoas podem apresentar sensibilidade ao ácido, ficando com a pele irritada e vermelha. Coceiras, descamação e ardência são problemas que costumam surgir no início, então o uso deve ser interrompido. Depois de duas semanas, recomenda-se tentar novamente o tratamento e aumentar as quantidades aos poucos.

O uso constante de retinoides pode causar sensibilidade na pele, por isso o ideal é sempre utilizar um protetor solar, com FPS 30 ou mais, quando sair ao sol. Não existe um limite de tempo para o tratamento, mas ele deve ser acompanhado por um dermatologista para evitar prejuízos e aparecimento de vasos na pele.

2ácido retinóico para rugas

O ácido retinoico muito adequado, basicamente para o tratamento de rugas e rejuvenescimento facial, o tratamento inclui a redução de: rugas finas, hiperpigmentação, manchas, sardas, pele aspera, e até mesmo a melhora de irregularidades na textura da pele. Como já sabemos um dos grandes vilões do envelhecimento da pele é a exposição aos raios ultravioletas sem o devido cuidado, que estimula a produção de substâncias que podem danificar o colágeno existente na pele, causando assim o surgimento desses sinais, e o ácido retinoico é o ideal para ajudar na reparação e na estimulação da produção de novo colágeno.

Ácido retinóico estrias

Além disso, ele também pode ser usado em alguns outros tratamentos. Em altas concentrações o produto melhora muito o aspecto das estrias, principalmente as recentes (vermelhas), a concentração vai depender do quanto profunda as estrias estão, o dermatologista é a pessoa mais indicada para receitar.

ácido retinóico espinhas

Essa substancia é muito indicada também para o tratamento de acnes e espinhas, o acido retinoico não vai acabar de uma vez com o excesso de oleosidade de sua pele, mas vai ajudar a reduzir os problemas. Isso ocorre porque o aparecimento das espinhas se dão pelo excesso de queratina na pele (queratinização) que acabam entupindo os poros levando assim a formação de espinhas e cravos, o acido retinoico vai ajudar a normalizar a queratinização na pele, melhorando assim a textura da pele, e por sua vez também é eficiente no tratamento de cicatrizes de acnes.

Para o tratamento de espinhas, pode ser usado a substancia em forma de gel, pomada, creme e loções, geralmente é indicada a utilização em forma de serum para melhorar também a oleosidade da pele, o dermatologista irá indicar qual a melhor composição, podendo inclusive usar outras substancias junto com o acido reitinoico para potencializar seu efeito.

ácido retinóico tira manchas de melasma

O melasma normalmente ocorre no rosto, na idade fertil da mulher, ela pode ter uma aparencia mais puxada para o castanho claro e o marrom escuro. Diversos podem ser as causas do melasma, a mais conhecida sem dúvida é a gravidez, mas existem outros fatores como a genética, hereditariedade, anticoncepcionais, reposições hormonais e exposição de radiação.

O tratamento do melasma continua sendo um desafio da área de dermatologia, pois é uma patologia recorrente e repetitiva. Mas o acido retinoico aliado com a hidroquinona pode ser um tratamento eficaz para a diminuição do melasma, veja abaixo:

ácido retinóico hidroquinona dexametasona

As manchas de melasmas e até de cicatrizes possuem vários pigmentos que ocorrem em distintas etapas da produção de melanina, sendo assim, é recomendado o uso de tratamentos com combinação de substancias. Para o tratamento de manchas o mais indicado é o uso do acido retinoico com a hidroquinona que é muito eficaz para esse tipo de tratamento, podendo também ser acrescido o fluocinolona. Esses três componentes são eficientes para a melhora de manchas de pigmentação da pele principalmente do rosto, eles atuam de maneira simultânea de maneira eficaz e segura com redução de efeitos colaterais.

Restrições de uso

ácido retinoico requer recomendação médica para ser utilizado. Apenas o dermatologista é capaz de indicar a melhor concentração para cada paciente.

Depois de usar o ácido, indica-se proteger a pele do sol, evitando a exposição direta sempre que sair à rua. Pessoas que estejam passando por alguma inflamação ou possuam eczemas e queimaduras solares não devem realizar peeling ou utilizar o produto. Quem possui herpes ou infecções bacterianas também não pode usar o ácido.

Contraindicações

Qualquer produto com ácido retinoico não deve ser aplicado sobre a pele inflamada, eczematosa ou com queimaduras de sol.

O uso do ácido retinoico é contraindicado para que tem infecções ativas na pele, como herpes simples ou infecções bacterianas e deve ser evitado em portadores de rosácea. Além disso, o ideal é que não seja feito por pessoas que necessariamente se expõem ao sol, seja por praticarem esportes, viajarem ou por trabalharem ao ar livre.

Após o uso do ácido retinoico, é perceptível a melhora nos sinais de expressão e nas rugas logo no primeiro mês de tratamento. Nas duas semanas iniciais, os resultados já aparecem.

A pele também começa a se tornar mais clara depois de, aproximadamente, 45 dias. Porém, a eficácia completa é percebida após quatro meses, quando as rugas já desaparecem e as manchas vão clareando aos poucos.

O ácido retinoico pode ser usado em cremes ou peelings, tratando o envelhecimento causado pela exposição solar

ácido retinóico ou tretinoína

O Acído retinoico também é conhecido como Tretinoina e retinol.

ácido retinóico onde comprar

O que muitos não sabem é que é muito fácil conseguir comprar o acido retinoico, ele esta presente em cremes de tratamento faciais e até mesmo em farmácias é possível conseguir comprar a substancia.

O valor do acido retinoico pode variar de 15 reais a 150 reais, podendo ser usado em conjunto com outras substancias.

O acido retinoico pode trazer mais malefícios a sua pele do que benefícios, se a composição não for a indicada para seu problema, se o uso não for o correto. Por isso saliento que evite usar esse acido sem o acompanhamento ou indicação de seu dermatologista.

Julia

Meu nome é Julia, Mãe, Esteticista, Empreendedora e acima de tudo Mulher, já passei dos 30 e adoro o universo feminino.

Add comment

Categorias