Mania de Esmalte
- Terapia Cognitivo Comportamental,terapia cognitivo-comportamental TCC - Terapia Cognitivo Comportamental - Conheça as 6 Técnicas Mais Usadas

TCC – Terapia Cognitivo Comportamental – Conheça as 6 Técnicas Mais Usadas

Problemas como o pânico e a irritabilidade podem ser abordados na terapia cognitivo comportamental. Lembre-se que não é o que acontece na sua vida que dita seus sentimentos e sim como você interpreta o que acontece na sua vida.

Com bases no conhecimento empírico da psicologia, a terapia cognitivo-comportamental é um dos novos e eficazes métodos de tratamento.
Termo originário dos escritos de Platão e Aristóteles, a cognição é a aquisição do conhecimento através dos cinco sentidos para a compreensão de sistemas e também utilizado na solução de problemas.

A cognição se dá também através da linguagem, percepção, pensamento, atenção, imaginação, raciocínio e juízo. A terapia cognitivo comportamental é uma forma de psicoterapia que visa o tratamento de transtornos mentais através da terapia cognitiva.

Terapia cognitivo-comportamental reinterpreta emoções negativas do paciente

Se entender aos outros é tarefa árdua, entender a si mesmo é ainda mais complicado. Quem nunca questionou sua posição diante de uma situação complicada? Ou tentou entender o que lhe fez tomar determinada atitude? É para resolver esses dilemas que a psicologia criou a terapia cognitivo- comportamental, que ajuda os pacientes a encontrar as soluções para as dúvidas que os afligem.

Como age a terapia cognitivo-comportamental

Desenvolvida pelo psicólogo Aaron Beck, a terapia cognitivo-comportamental tem uma grande vantagem sobre os demais tipos de tratamento: é rápida. O tempo total da terapia dura cerca de seis meses, período no qual o profissional trabalha para encontrar estratégias que tornem mais fácil a tarefa de lidar com o sofrimento.

Terapia considera em sua estratégia aspectos físicos e mentais do paciente.

O princípio de funcionamento dessa terapia é a reinterpretação dos elementos que causam emoções negativas no paciente. A abordagem do tratamento se baseia na ideia de que as situações não são responsáveis por determinar as emoções e o comportamento das pessoas. O que importa é a interpretação que é dada ao fato em questão.

terapia cognitivo-comportamental é um método de trabalho objetivo, que busca uma reestruturação rápida e eficaz do pensamento do paciente. A técnica utiliza associações com fatos passados, mas tem como foco o presente. Isso porque, de modo geral, os problemas que incomodam a pessoa e que permitem uma ação mais eficiente são aqueles que acontecem no dia a dia.

Terapia cognitivo-comportamental significado

A terapia cognitivo comportamental é um tipo de psicoterapia similar a outras psicoterapias como a terapia Reichiana, Gestalt, existencial e humanista. Entre todas essas psicoterapias, a cognitivo-comportamental é a mais atual e que aponta melhor efeito nos pacientes.

Este tipo de terapia procura avaliar os sentimentos e pensamentos do indivíduo que sofre de algum transtorno, e fazê-lo entender a relação desses pensamentos e sentimentos com a realidade.

O psicoterapeuta que desenvolve este tipo de tratamento age em conjunto com o paciente, fazendo com que o indivíduo livre-se de seus transtornos ao mesmo tempo em que adquire autoconhecimento, a fim de evitar futuras doenças mentais ou transtornos comportamentais.

Em casos de depressão, fobias, síndrome do pânico ou transtorno obsessivo compulsivo, o paciente aprenderá a controlar seus pensamentos e sentimentos, que diretamente influenciam em suas ações, atenuando assim esses problemas e conhecendo mais a si mesmo durante este tratamento.

Terapia comportamental é indicada para uma série de fobias

Como é o tratamento na abordagem cognitivo comportamental

Baseado na estrutura e tecnicas da abordagem cognitivo-comportamental, as sessões costumam ser semanais e duram aproximadamente 50 a 60 minutos, podendo ser prolongada. Onde o tratamento procura ser feito por metas, para alterações comportamentais onde os resultados sejam alcançados a médio e long prazo.

Este é um processo psicoterápico que busca favorecer o paciente, através da compreensão dos sentimentos, emoções e pensamentos que os influenciam a ter comportamentos disfuncionais, procurando mudar os padrões comportamentais, os pensamentos e as reações ocorridas por estes fatores.

Para quem é indicado terapia cognitiva comportamental?

A Terapia cognitivo comportamental pode ser benéfica a todos aqueles que estejam passando por algum problema de saúde mental ou conflitos internos, desde mulheres, homens e crianças.

- Terapia Cognitivo Comportamental,terapia cognitivo-comportamental TCC - Terapia Cognitivo Comportamental - Conheça as 6 Técnicas Mais Usadas

Conheça as 6 técnicas mais usadas na abordagem cognitivo comportamental

As técnicas para mudança de comportamento dentro da Terapia Cognitivo Comportamental incluem:

  1. Monitorar e registrar cada evento vivido. Informações como dia e hora, lugar, pensamentos, sentimentos e emoções que podem ser úteis para o tratamento são anotadas.
  2. Reverter os hábitos para aumentar a consciência do paciente sobre cada episódio de angústia. Gerar a capacidade de interromper com uma resposta mais apropriada.
  3. Usando uma resposta apropriada para controlar a reação.
  4. Gerenciamento do estresse, ensinando como ter uma respiração eficaz, relaxamento muscular e técnicas cognitivas para ajudar a gerenciar a angústia.
  5. Prevenção de Recaidas, ensinando ao paciente como lidar com os gatilhos para situações negativas.
  6. Maior conscientização para identificar gatilhos e seqüências de eventos associados a um determinado sintoma ou comportamento.

Os transtornos muitas vezes se desencadeiam por fatores externos, e não internos. Assim, é essencial identificar as causas do problemas e uma vez localizadas estas áreas problemáticas, tentar tira-las da sua vida. Se não for capaz de as remover completamente, talvez possa, diminuí-las.

- Terapia Cognitivo Comportamental,terapia cognitivo-comportamental TCC - Terapia Cognitivo Comportamental - Conheça as 6 Técnicas Mais Usadas

Terapia Cognitivo Comportamental Infantil

A terapia cognitivo-comportamental funciona também com crianças que podem sofrer ainda na infância com vários transtornos. Também em crianças que não sofrem com algum tipo de transtorno, mas com fases complicadas durante o seu crescimento, a terapia cognitivo comportamental funciona muito bem.

Separação dos pais, chegada de um irmão ou irmã, mudança de escola ou casa e até mesmo de cidade podem ser fatores que necessitam de acompanhamento de um psicoterapeuta, que poderá desenvolver os métodos da terapia cognitivo comportamental com a criança, a fim de que ela entenda todos os fatores à sua volta e viva melhor no ambiente em que está inserida.

Se você sofre com algum tipo de transtorno e deseja tratar-se com um dos métodos mais eficazes e atuais da psicoterapia, procure em sua cidade um profissional especializado e comprove a eficiência deste tipo de terapia.

terapia cognitiva comportamental quem pode aplicar

Geralmente um psicologo é o mais indicado para aplicar a Terapia Cognitiva Comportamental mas qualquer pessoa pode buscar ter formação a esta tecnica em cursos tecnicos ou em cursos livres. O Terapeuta Cognitivo Comportamental não é uma profissão regulamentada por lei, e é por isso que quem busca ajuda deve se ater a este detalhe. Esse profissional é um Terapeuta ou um Psicologo?

Pontos utilizados pela terapia cognitivo-comportamental

A teoria dessa terapia é baseada em cinco pilares principais, que ajudam o terapeuta a compreender a realidade dos acontecimentos e aflições que atingem o paciente. É através do conhecimento desses detalhes que o profissional consegue traçar um plano de ação para que a pessoa se sinta mais à vontade para falar do assunto e mais preparada para lidar com ele.

O primeiro dos pontos a serem conhecidos é o ambiente em que a situação está ocorrendo, pois isso ajuda a entender o quanto o problema pode afetar o paciente. Dificuldades encontradas no âmbito profissional, por exemplo, não atingem tanto a maioria dos pacientes quanto os dilemas sofridos no ambiente familiar, com pais, cônjuges e filhos.

Outra especificidade abordada pela terapia cognitivo-comportamental é a forma como a pessoa se sente com relação ao fato que a incomoda. Isso ajuda a diagnosticar as possíveis doenças que a situação pode desencadear. A sensação de inutilidade, por exemplo, é porta de entrada para casos de depressão.

As emoções sentidas pela pessoas também são analisadas, como irritabilidade, tristeza ou pânico. A terapia cognitivo-comportamental leva em conta também as reações físicas do paciente. Grande parte das pessoas apresenta insônia e suor excessivo. O quinto fator observado é o comportamento da pessoa. As atitudes tomadas diante da situação que a aflige são essenciais para o tratamento.

A terapia só pode ser aplicada por psicólogos e psiquiatras especializados na área, portanto, certifique-se sobre a preparação do profissional que você procurar. Faça uma avaliação do seu caso e descubra se essa modalidade de terapia pode lhe ajudar.

Deixe um comentário e não esqueça de nos acompanhar para receber todas as novidades.

Avatar of Julia

Julia

Meu nome é Julia, Mãe, Esteticista, Empreendedora e acima de tudo Mulher, já passei dos 30 e adoro o universo feminino.

Add comment

Categorias