Mania de Esmalte
nivel ansiedade

Quizz – Você Sabe Qual o Seu Nível de Ansiedade? Faça o Teste e Responda as 10 Perguntas

Você sabe qual o seu nível de ansiedade? A doença é considerada por especialistas como o “mal do século”. Isso porque vivemos em uma época de verdadeira corrida contra o relógio, onde todos estão sempre correndo e vivendo sob pressão em diversos aspectos. Além disso, outros fatores colaboram para a aceleração do pensamento e propagação da ansiedade, como excesso de trabalho, consumismo, uso acima da média de redes sociais, muito consumo de informações e expectativas elevadas.

Responda às perguntas e veja se você é mais uma vítima do “mal do século”

A ansiedade é um sentimento de antecipação em relação ao que pode vir a ocorrer. Segundo a psicóloga e psicoterapeuta Maura, pessoas ansiosas criam suposições que se alicerçam em criações mentais. “Quem é ansioso inventa filmes em sua cabeça, cenas de tudo o que ‘poderia’ ter acontecido’. E isto faz mal porque a pessoa ansiosa vive no futuro. Muitas vezes, ela até adoece em decorrência deste estilo de pensamento”, explica.

A psicóloga esclarece ainda que os sintomas físicos da ansiedade são relacionados a uma preparação para responder a perigos ou ameaças que não existem de fato, sendo unicamente criações da mente. Os sintomas físicos podem incluir agitação, tensão, suor nas palmas das mãos, tonteira, dificuldades respiratórias, batimentos cardíacos acelerados, rubor facial, dentre outros. “Cada um sente a ansiedade em um determinado nível e dependendo da intensidade dos seus sentimentos vai manifestar diferentes sintomas em diferentes frequências e/ou quantidades”, diz.
nivel ansiedade

Formas como o indivíduo reage à ansiedade

  • Sentimentos ou estados de humor: vão do ‘nervosismo’, passando pela ansiedade propriamente dita e podem, até mesmo, chegar a um estado de pânico com agravamento e dificuldades de se controlar os sintomas.
  • Comportamentos: O ansioso pode passar a evitar lugares e situações onde a ansiedade possa ocorrer e tentar controlar os acontecimentos para prevenir um suposto perigo.
  • Pensamentos: É o mais menosprezado pela maior parte das pessoas. A ansiedade leva a pessoa a ‘superestimar’ o perigo, a subestimar a sua própria capacidade de enfrentamento, a subestimar os recursos reais e a ajuda disponível o que leva a preocupações excessivas e pensamentos catastróficos.

Sintomas físicos da ansiedade

  • Dor no peito
  • Dor de cabeça
  • Formigamento
  • Tontura
  • Palpitações
  • Alterações gastrointestinais
  • Entre outros.

Sintomas psíquicos de ansiedade

  • Insônia
  • Irritação
  • Tensão
  • Inquietação
  • Perda de concentração
  • Entre outros.

FAÇA AGORA O TESTE E DESCUBRA SE VOCÊ PROVAVELMENTE TEM ANSIEDADE: Clique em Começar!

 

 

Entenda o que é ansiedade, seus sintomas e como tratar

Seus sintomas podem interferir na vida pessoal do indivíduo e causar grande sofrimento físico e psíquico.

A ansiedade é uma emoção normal de qualquer ser humano. Ela nada mais é do que uma antecipação de ameaça futura, ou seja, quando sentimos aquele friozinho na barriga antes de uma prova, quando precisamos ter que resolver algum problema ou até em outras situações comuns do dia a dia. Ao sentirmos medo ou preocupação, costumamos se preparar melhor para o “perigo” que nosso corpo identificou e é pra isso que ela serve: para garantir nossa sobrevivência.

O grande problema é quando ela ultrapassa os limites e começa de alguma forma atrapalhar nossos afazeres do dia a dia, se transformando em sintomas físicos, como veremos no próximo tópico. Isto é sinal para ficar alerta, pois isto pode se tornar um transtorno e ainda desencadear outros tipos como Síndrome do pânico, Fobia social, Fobias específicas, Transtorno obsessivo compulsivo (TOC), Transtorno de estresse pós-traumático e Transtorno de ansiedade generalizada (TAG).

Como eu sei que minha ansiedade passou dos limites?

Perder o sono com frequência, medo irracional, ganho de peso ou perda dele sem motivo aparente, crises de pânico, batimentos acelerados, falta de ar, tremores, problemas digestivos, tensão muscular, nervosismo excessivo, memória e atenção prejudicados são alguns dos sintomas que merecem sua atenção.

Se você evita passar por algumas situações a todo custo, começou a apresentar vícios, tem aquela sensação que algo ruim vai acontecer, está obsessivo em certas ocasiões, começou a desenvolver medos que não tinha antes, transpira frio e intensamente em momentos de medo ou dificuldade, isto também pode indicar um distúrbio de ansiedade.

É comum muitas pessoas dizerem para quem é muito ansioso que isso é frescura ou que logo vai passar, mas temos que ter consciência que a ansiedade em excesso é uma doença, assim como qualquer outra doença mental, pois ela atrapalha a vida da pessoa, causa dor e sofrimento e por isso deve ser tratada o quanto antes!

Como funciona o tratamento?

Se você acha que está com um transtorno, a primeira atitude que deve tomar é buscar ajuda. O psicólogo por meio da psicoterapia te ajudará a identificar e mudar alguns de seus comportamentos e pensamentos que o impede de ter uma qualidade de vida melhor. Talvez você precise ser encaminhado para o psiquiatra para completar a terapia com o uso de medicamentos.

Descobrir seu nivel de ansiedade
É importante saber se sua ansiedade é uma ansiedade natural devido a algum fator ou se é uma doença. Deve sempre buscar o diagnostico certo para não desencadear outros problemas e procurar o tratamento o mais rápido possível.

Vale lembrar que a maioria dos sintomas não desaparecem por conta própria, na verdade eles tendem a piorar e é por isso que você precisa procurar ajuda médica. Não tenha medo ou vergonha, pois sua qualidade de vida irá melhorar muito depois que passar por sessões de terapia ou fazer o uso dos medicamentos.

Existem algumas medidas que você pode estar adotando para diminuir e controlar os sintomas ou para prevenção, como:

  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Fazer meditação;
  • Cuidar da qualidade de sono;
  • Praticar técnicas de relaxamento;
  • Ouvir música;
  • Ter momentos de lazer;
  • Manter uma alimentação saudável;
  • Evitar situações de muito estresse;
  • Tomar chás calmantes.

E você já parou para pensar se a ansiedade está atrapalhando o seu dia a dia? Com o auxílio da psicóloga , preparamos um teste para você medir o seu nível de ansiedade. Responda as perguntas analisando o seu cotidiano. E lembre-se: conte sempre com o auxílio médico ao enfrentar sintomas constantes que podem estar relacionados à ansiedade ou outros problemas mentais e emocionais. A terapia é grande aliada na luta contra a ansiedade!

Curtiu esse post sobre ansiedade? Comente conosco o que você conhece sobre o tema e se já passou por isso.

Avatar of Julia

Julia

Meu nome é Julia, Mãe, Esteticista, Empreendedora e acima de tudo Mulher, já passei dos 30 e adoro o universo feminino.

Add comment

Categorias